24 de mar de 2013

.The Italian Man. ( Prólogo)



Meu coração batia e a cada batida sentia o meu amor por você aumentar. Meus olhos grudados aos seus, sem mal piscar, pra que perder tempo? o que eu realmente queria era contemplar esses olhos azuis até a morte. Cada musculo do meu corpo , cada celula, estava hipinotizada, totalmente sedenta de teu corpo, não importando a distancia entre nos, nunca sera perto o suficiente. Minha boca queima de desejo de se encontrar com seus carnudos labios vermelhos. Meu peito chora de saudades, de você, de seu cheiro, de seu beijo, seu corpo, seus olhos, sua voz... meu coracao clama por voc, oh amor...
Seus dedos por meu corpo percorrem, enchendo me de desejo, eu o quero, quero por um todo, quero que acabe com essa tortura e possuame logo. Oh o que este homem fez comigo?!
A uma semana atras nunca imaginaria sentir-se em relação a alguém como eu me sinto em relação a ele, oh como eu era boba, deixando me levar por pensamentos hipocritas e sem sentido.
Lembro me como se fosse ontem eu embarcando no avião irritada é claro, depois de 3 horas de atraso quem não estaria irritado? Não o homem que sentou-se ao meu lado, que vinha com um lindo sorriso no rosto - não que eu tenha realmente reparado em como seu sorriso largo derrete qualquer mulher. Não, minhas preocupações naquele momento era de como eu explicaria meu atraso à meu chefe, que esperava me em uma importantissima reunião com socios japoneses, dos quais todos sabem que sempre querem as coisas pra ontem - mas enfim, aquele incrivel homem sentou-se ao meu lado e disse me:

_ Que sorte a minha sentar ao lado de tao bela moça.
_ Obrigada _ Digo com um sorriso meio sem jeito, não sou e nunca fui acostumada a receber elogio, e penso que esse cavalheiro esteja apenas sendo gentil.
_ Sou Luca D`Angelo, eh um prazer conhece-la.
Apenas digamos que sua fala teve um forte enfase na palavra prazer.
_ Voce é italiano? _ pergunto, sei que deveria apresentar me também, mas não o conheço, e não confio em tal homem.
_ Sou, é a primeira vez que vou ao Brasil, estou ansioso em conhecer o pais... dizem me que e lindo.
_ Pode ter certeza, disso eu garanto.
_ Es Brasileira?_ pergunta me ele me olhando desconfiado.
_ Sou.
_ Bom, entao não tenho com que me preocupar, se todas mulheres forem como você, minha vida seria maravilhosa_ e aquele sorriso caloroso reaparece em seu rosto, e eh ai que meu coração de gelo começa a derreter.
_ Obrigada_ Desta vez eu coro, não é sempre que um homem tao lindo me elogio, ainda mais duas vezes em tão pouco tempo.
_ Desculpa se estou metendo me onde nao me interressa, mas algo a aborrece?
_ Na verdade sim, tenho uma reunião muito importânte pra ir, e devido ao atraso do avião não vou poder comparecer, posso até ser demitida, talvez.
_ Mas se irritar com nao ira faze-la chegar mais cedo _ e denovo aquele sorriso.
_ Pode ate ser, mas não consigo parar de pensar nisso. _ ou nao conseguia, ate um lindo homem italiano sentar-se no meu lado.
_ Posso ajuda-la, com uma condição. _ agora era um sorriso maroto.
_ Qual?_ estou muito desconfiada.
_ Me diga seu nome...
_ Só isso? _  suspirro de alivio, e sorrio_ Meu nome é Suzannah Vincent.
_ Lindo nome e sorriso.

E lá estava eu, corando novamente.

_ E agora?
_...

...............
Beijoo
Tay.

Ps: Andei sumida por muito tempo eu sei, mas não consigo ficar longe, senti muita sdd..

Meu coração é seu

Meu peito ardia,
Meu coração explodia,
De tanto amor eu sentia.
Tudo sentia, não só amor
Sentia alegria, saudade, dor.
Por que a dor?
Porque era ela que vinha quando ele partira.
Ele partira e levara junto meu coração,
Deixando me aqui morrendo de paixão,
Saudade, não só dor no peito mas em tudo até então.
Ele não voltara, e sem coração fiquei.
E quando isso notei,
Chorei, chorei ,chorei...
Por que?? Eu gritava, mas nao adiantava,
Ninguem respondia.
Quando me conformei,
Levantei do chão decidida,
Meu coração é um tesouro, guardado num cofre, despedaçado, mas ainda meu...
E so meu será, não quero mais,
Me apaixonar.

Taylla Milena Theodoro

1 de out de 2012

oii, nem sei com que cara apareco aqui.. entao to morrendo de saudades de postar e escrever minhas fics... mas eu estou sem pc atualmente por isso peco que tenham paciencia, pois logo vou ganhar um novo e voltarei a postar as fics...
Desculpa.

Tay.

2 de jul de 2012

Just in Love - Capitulo 13


Demi on




Olho a minha volta, e me deparo com uma praia incrível; de céu azul celeste sem nuvem, o sol brilhava alegremente e refletia sua beleza no mar, deixando a cor da água uma mistura de verde e azul; a meus pés, tinha a areia mais fofa, e ao longo da costa, eu via colinas com uma vegetação variada.
 E no meio desse paraíso, estava eu, sorrindo feito uma idiota, e me sentido mais feliz do que nunca.
Ali perto, tinha uma casa... era simples, mas muito bonita. Ela era de madeira, mas tinha as paredes de vidro, o que deixava avista o seu interior, que era todo decorado com uma mobilha branca. Era de dois andares e tinha uma varanda em direção ao mar com duas cadeiras e uma mesinha. Tinha até uma rede. Em volta da casa estendia-se  um  jardim maravilhoso, com as mais diversas flores: girassóis, violetas, lírios, rosas, begônias e tulipas e também coqueiros. Tinha uma estradinha de pedras até a praia.
Era a casa mais linda que eu já tinha visto... a casa que um dia eu queria morar.

_ Demi_ Uma voz muito familiar me chamou dentro da casa. Não, essa voz é muito mais que familiar, essa voz era do Joe, só podia ser ele. Só a voz dele faz meu coração acelerar desse jeito.

E então, sem exitar, ando em direção a casa. Passo pela varanda, e pela porta... Por dentro, a casa era ainda mais linda. Perplexa, olho em volta, eu estava em uma sala... Um sofá branco estava ali, com uma TV em cima de uma estante. Um tapete creme no assoalho e em cima uma mesinha. Ao lado da sala tinha um armário cheio de livros e uma poltrona perto da janela que dava para trás da casa.
Tudo era lindo, muito bem decorado, mas o que realmente me chamou a atenção foram os porta retratos espalhados em todo lugar.
Um tinha a foto de um casal se beijando, outro a foto do casamento deles. Tinha um que mostrava  a barriga da mulher que estava bem grande, o homem tinha a mão na barriga e olhava com amor e felicidade, a mulher olhava para ele com um sorriso apaixonado. E então, uma foto do casal de mãos dadas a uma criancinha de no máximo 3 anos, que era a coisa mais linda do mundo.
E então, pego um dos porta retrato com receio, afinal, aquela casa não era minha, pego aquela do casal de mãos dadas a criança.. O aproximo de mim, e olho com cuidado... e então, quase o derrubo quando percebo que era eu naquela foto. Eu e o Joe. E a menininha era - provavelmente - nossa filha...abro um sorriso, aquela menininha era linda, só podia ser nossa filha. Coloco o porta retrato no lugar e olho em volta... então, essa casa é minha?!
Mas antes de qualquer reação minha, ouso aquela voz novamente.

_ Demi, amor _ É tenho quase certeza de que é o Joe _ estou aqui atrás.

Mais que depressa, vou em direção a porta dos fundo e me deparo com uma piscina enorme. E sorrindo pra mim, em um quiosque ali do lado, estava ele, o Joe. Não posso dizer que ele estava lindo, pois isso era pouco para descreve-lo, ele parecia mais um deus, não parecia real. Estava vestido todo de branco, e sua camisa estava aberta, mostrando um abdômen sarado.
Solto um longo suspiro e corro até ele. Ele me envolve com aqueles braços fortes colando nossos corpos. Aperto meu rosto em seu peito, e arfo ao sentir seu cheiro. Olho pra cima e nosso olhos se encontram. Juro que se não estivesse com seus braços em minha volta eu despencaria no chão, minhas pernas estavam bambas e meu coração parecia que iria sair do peito.
Coloco minhas mãos em seu rosto, faço carinho, ele sorri, e me levanta um pouco - já que eu sou baixinha  hihihi - aproximo nossos rosto já não me contendo. Eu tinha que beija-lo. Meus lábios chamavam os deles, como dois imas... eles estavam quase se encostando... Mas então escuto:

_ Demi, levanta.

Tudo a minha volta para, e em um salto abro os olhos.
E então olho em volta, eu estava de novo  na minha cama, no meu quarto com a minha mãe batendo freneticamente na porta. Tudo não passará de um sonho.

_ Demetria, eu não vou chamar outra vez _ Minha mãe grita comigo _Levanta logo dessa cama.
_ Humm _sem nenhum animo, tento voltar a dormir... eu precisava voltar ao meu sonho. Como eu poderia ter acordado bem naquela parte. Por queee??
_Anda menina, levanta!! _  Minha mãe finalmente consegue abrir a porta... e então, vai em direção as cortinas e as abre, revelando um sol lindo, mas que, infelizmente, estava machucando meus olhos_ Você tem aula hoje Demi.

Aff, Agora eu me lembro. Hoje começa as aulas. Droga! Eu nem vou ter tempo de me arrumar direito, já que hoje vai ser o meu primeiro dia de aula, e como dizem, a primeira impressão é a que fica. Aii, por que que eu fui dormir tarde ontem?!... Aee, lembre, hihihi, eu estava com o Joe.
Depois que meus pais chegaram e o pessoal saiu, nós subimos pro meu quarto. Ele quase me afogou de beijos ( isso existe?), não que eu me importe (66') o Joe é tudo de bom, e seu beijo é melhor ainda.
Mas, como previsto, as coisas começaram a ficar quente demais... eu deixei que ele tirasse minha blusa, só que quando ele foi tirar meu sutiã eu o parei. Afinal, ainda não estou pronta pra isso... Pode me chamar do que quiser, mas eu não vou transar com um cara até que eu me sinta totalmente segura, confortável, e tenha certeza de que ele é o cara certo. Careta? é eu sei, mas a vida é minha.

_Ahh...Mãe _ Cubro minha cabeça com a coberta_  Me deixa dormir!
_ Nada disso mocinha! _ Minha mãe puxa minha coberta _  Como eu já disse, você tem aula, e vai levantar agora!
_ Ok,ok _ Me dou por vencida _ Eu levanto.

Sento na beira da cama e abro os olhos devagar... demora um pouco mas logo me acostumo com a luz do sol. Finalmente mamãe sai do quarto, e então, pensando no que vou vestir, vou tomar um banho... tah, eu sei que estou atrasada, mas fala sério, estou toda soada. Ps: tah calor ok, não malicie.
...
_ Bom Dia _ Digo ao chegar na cozinha para tomar meu café da manhã, que aliás estava com um cheiro ótimo.
_ Bom Dia_ meu pai responde.
_Finalmente levantou né dona demetria _ é essa é minha mãe _Esta atrasada. Se não quer perder sua primeira aula, acho que é melhor você correr.

Reviro os olhos... Eu sei que estou atrasada, mas quem disse que eu vou apé?!

_ Onde esta a Mandie?? _ Pergunto enquanto pegava uma maça.
_ Dormindo_ Minha mãe responde_As aulas dela só começam semana que vem.
_ Humm _ Nunca senti mais inveja da minha irmã do que agora _ Ela vai ficar sozinha?
_ Não eu vou ficar com ela _ Mamãe diz.

Escuto a campainha tocar e logo termino minha maçã.

_ Acho que minha carona chegou.
_ Carona? _ meu pai pergunta.
_ É, o Joe vai me levar.

Nem espero comentários, pego minha mochila e logo abro a porta. E encontro Joe, me olhando, e só de cara, meu coração quase pula de alegria.

_ Oii _ O puxo pra um beijo sem dar qualquer chance dele responder... Eu estava avida por sua boca. Desde que acordei a primeira coisa que eu queria era um beijo dele_ Estava com saudades.

_ É _ Meio abobado _ Acho que você acordou de bom humor hoje... _ ele me olha dos pés a cabeça _ e acho que você está linda demais pra ir pra escola.

Na verdade, eu achava exatamente o contrario... como tive que me arrumar correndo, mal tive tempo de passar meu lápis de olho. Eu estava um shorts jeans claro cós alta, uma blusa branca bem soltinha, que deixava parte do meu tope azul a mostra. Meus all star de sempre e o colar que o Ian de me deu de aniversário que tinha o simbolo do infinito. No cabelo dei uma passada de chapinha de leve, só pra abaixar um pouco e tirar o enrolado - é meu cabelo é cacheado.
Resumindo: Nada linda.

_ Se você diz _ respondo meio incerta e o puxo para mais um beijo.
_ Nossa, _ ele diz arfando_ desse jeito eu desisto de ir pra escola, e passo a manhã inteira te beijando.

Eu apenas dou uma gargalhada, isso era loucura... mas pensando bem, não é uma loucura tão ruim assim... Imagina, passar a manhã inteira com esse ser delicioso, e melhor, com a boca dele na minha!? Iria ser tudo de bom... Mas, acho que pega muito mal se eu matar meu primeiro dia de aula.
Olho pra frente e então me dou conta de que não não vamos de carro, mas também não vamos de apé. Nós vamos de moto.Aii Deus!
Eu morro de medo de moto!
.................
Continua.


Gente, eu sei que eu não apareço aqui faz séculos, e não não tenho uma desculpa... Eu só não estava me sentindo em para escrever. Eu vou voltar a postar, vou terminar essa fic... Eu prometo, vou aproveitar essas férias para escrever ok.


Divulgação:




Beijoss.


Tay.


Ps: eu sei que o capitulo está horrível!

12 de abr de 2012

Just in Love - Capitulo 12 [Dedicado a maay_lovatic ♥]



Joe on


- O que?? - Joe meio que grita... - Não... 

- Joseph, é um Jogo - Selena falou sarcástica - e a Demi pediu desafio, e eu desafiei ela a Beijar o Ian.

De longe sinto Ian abrir um sorriso maroto, é, hoje definitivamente não é meu dia de sorte! - quer dizer, beijar o Ian não deve ser tão ruim assim, mas digamos que eu meio que to namorando e o Ian é meu melhor amigo!!

- Mas a Demi é minha namorada! - AHHHHHHH, ele me chamou de namorada... que fofo s2

- Eu sou? - pergunto na duvida... digamos que ultimamente, não recebi nenhum pedido de namoro, kk'

- Éeh - Joe responde e abre um sorriso fofo... ONWWW!!


- Mas então Demi - Selena interrompe nosso momento - Você vai ou não cumprir o Desafio?

- Iiii - Nick zoando comigo - se fodeu!

- Éerr - Ignoro o Nick e olho pra Selly que está quase me implorando para beijar o Ian... O Joe balançava a cabeça e dizia não repetidas vezes... e o Ian só estava rindo e me olhando de soslaio - Eu tenho escolha?

- Não - Ela diz.

- Então...

- É, você vai ter que me beijar - Ian diz se levantando, com um sorriso safado os lábios e um olhar malicioso.

Fodeu! E agora?! Beijar o Ian? Por mais que eu sempre tivesse uma pontinha de curiosidade de saber qual é a sensação, isso não estava nos meus planos! Ainda mais agora que o Joe disse que nos estávamos namorando... quer dizer, ele não me pediu nada oficial - é eu gosto de coisas mais românticas do que isso! - Mas faz parte do jogo né, eu escolhi desafio então... que escolha eu tenho!?

- Éeh - me levanto também, não tão animada como ele.

Preciso dizer que o Joe estava vermelho de ciúmes quando eu me aproximei do Ian - é, pelo menos pra isso essa merda de jogo está serviu... eu descobri que o Joe tem ciúmes de mim *-* - E ele colocou mas mãos no meu quadril. Eu coloquei as mãos no rosto do Ian, e ele aproximou nossos corpos...
Então... Ouso a porta se abrir e minha família - que tinha ido jantar no club. E com isso, no susto, largo do Ian.

- Oi crianças! - Minha mãe veio toda feliz nos cumprimentar. Aff'

- Oie Dona Diana - Joe foi logo abraça-la todo contente... o que fez minha mãe ficar meio embaraçada, digamos que ela nunca tinha recebido essa recepção dos meus antigos namorados... Eu só ria da situação - que bom que a senhora chegou.

Minha mãe achou aquilo tão encantador que nem ligou para o senhora.

- Oi Joseph - Minha mãe retribuiu o abraço.

- E então, o que vocês estão fazendo? - meu pai perguntou com a Manddie do lado.

- Ah... nada demais - respondo como quem não quer nada... digamos que meu pai não gosta muito de verdade ou desafio - nos assistimos um filme e  - Vi o Nick esconder a garrafa - estávamos conversando.

- Humm...

- Então, Demi já tah tarde - era umas 10:30 p.m. - Acho melhor nós irmos - Kevin disse.

Nesse momento meus pais e a Manddie já tinham saído... não me perguntem pra onde eles for

- Ahh, mas já? - Digo dessanimada.

- Fazer o que?!

- Ah, então tah.

Dou tchau pra todos, quer dizer, meno pro Joe, que ficou ali comigo. Nós subimos pro meu quarto, eu tranco a porta e olho pra ele que estava tava sentado na minha cama.

- Então... - pergunto com um sorriso meio pervertido na cara - Namorados?

- Éeh - ele levanta e vem em minha direção - Namorados.

Ele me beija e, dai por diante, não me responsabilizo por nada.

.......................
Continua.

Oii gente, então, semana passa não deu pra postar... desculpa, mas era pascoa então... digamos que eu tinha outras coisas pra fazer...

Beijos...

Tay.

29 de mar de 2012

Just in Love - Capitulo 11


#Demi on



E agora? O que eu faço? Saio correndo?... Não, com certeza não! Beija-lo?...Não, isso é pior do que cair correndo! Eu estou namorando - ou quase - o Joe, e eu não posso beijar meu melhor amigo!!
Mas esse olhos azuis tão lindo, e essa boca vermelha... Deus por favor, me ajudaa!

- Err - Me afasto meio atrapalhada - Eu vou ligar para o pessoal... Vai escolhendo os Filmes!

Nem  espero ele responder,e saio do quarto quase que correndo. Tah, o que acabou de acontecer??? O Ian gosta de mim??!! tipo, hamm??
Ok, eu sei que eu disse que tinha uma quedinha por ele - impossível não ter, tipo ele é perfeito! - mas isso não significa que eu queria ter alguma coisa desse tipo com ele. Ele é meu melhor amigo... meu irmão fake.
Demi, calma, eu estou me precipitando, isso não foi nada... ele só colocou meu cabelo pra trás da minha orelha e rolou um clima entra a gente... tipo, nada demais... nada demais!

Pego o celular e ligo pra Selly, que toda animada aceitou vir aqui... Depois o Joe, que não gostou muito da ideia de eu estar sozinha num quarto com o Ian, mas eu disse pra ele que não tinha nada que se preocupar - eu acho que não... -, e  ele, os meninos e a Dani já viriam.
Puts, acho que esqueci de pedir pra Selly trazer uma amiga pro Ian... A esquece..., não to afim de ver o Ian com outra garota por enquanto.

- Pronto? - sinto meu corpo inteiro arrepiar quando escuto essa voz roca&sexy bem pertinho do meu ouvido.

- Ian? - me viro e dou de cara com ele, que estava bem mais perto do que eu esperava.

- Claro - ele solta um risinho fraco ao ver meu nervosismo - Ligou pra galera?

- Sim, sim. - digo - Já estão vindo.

- Hum...- e faz uma careta,

Ouso a campainha tocar e vou correndo a tender a porta, aquela proximidade com o Ian já estava me deixando meio tonta. E tipo, adivinha quem era?

- Demii - Ele me pega pela cintura e me beija... e por mais que eu estivesse adorando, eu meio (!?) que senti uns olhares enciumado s na nossa direção - que saudade!

- É - digo tentando ignorar aqueles olhares - eu também estava.

- Eiii, tem mais pessoas aqui !! - Nick diz isso e balança as mão pra cima, como se fosse pra mim perceber que ele estava ali.

- É tipo, a gente existe!! - Diz Selena surgindo atrás do Nick.

- Estraga prazeres! - e mostro a língua pra eles e nós tres gargalhamos.

- Então, - Kevin abraçado com a Dani diz - a gente vai entrar ou não? Tipo, já ta meio tarde...

Tipo, fala serio, nem era 8:30, e com o horário de verão, ainda tinha uns raiozinhos de sol.

- É claro que podem entrar - saio do caminho deles.

- Oii Demi - Dani diz isso depois do povo ir  e me abraça.

- Oi Danni - Retribuo o abraço.

- Ei, da pra ser  - Selly grita lá da sala - ou ta dificil?

- Cala a boca Selly!! - grito de volta rindo.

- Vai se fuder! - ela grita rindo também.

- Vem Danni - pucho ela pra dentro - vamos,antes que a outra lá morra.

E rindo nós vamos pra sala, Tinha 2 sofás de duas pessoas e 1 de três. Nick e selena em um de dois, Kevin e Dani em outro... e advinha quem ficou com o sofá de três? Eu o Joe e o Ian... a e melhor, adivinha quem teve que ficar no meio?? ÉE, eu!!

- Então Ian, que filme você escolheu? - Pergunto desconfiada... eu aposto que ele pegou de terror, ele sabe que eu não sou muito fã ( traduzindo, eu morro de medo)

- O Massacre da serra elétrica - Ele diz, e me lança um sorriso safado - Lembra?

- Éeh - engulo em seco ...não pelo filme, que nem é assustador (não muito), mas pelo que aconteceu na ultima vez que eu assisti - acho que lembro.

- Legal - escuto a Selly dizer com um sorriso macabro na cara - adoro filme de terro!

- Ta me zoando né ? - Diz Nick já agarrado a uma almofada.

- Vai dizer que você tem medo de filme de terro? - pergunto surpresa e já rindo.

- Hahaha - ele solta uma risada irônica - eu não tenho medo DE NADA!

- Estou vendo - diz Selly, ela e todos riem.

Joe e eu estávamos bem juntinhos... ele estava com a mão envolta da minha cintura e eu estava com a mão na sua perna - safada eu?? maginaaa (66' -. Ian, que estava colocando o filme, não gostou nadinha, e quando ele veio sentar no meu lado, fez um  daqueles seus biquinhos fofos e irresistíveis, e admito que estava me segurando pra não ir pra perto dele e faze-lo abrir aquele sorriso lindo... Aii Deus, o que eu estou dizendo?! Eu estou com o Joe - ou quase isso, mas isso não vem ao caso - e o Ian é meu melhor amigo,isso.
Mas... esse bicooo, está me tirando do serioo... Mas esse perfume do Joe e esse calor gostoso de ter seu corpo perto do meu é estonteaste... Mas o Ian é tão perfeitooo... Mas o Joe tambémm....Eii, alguém ai faz um favor pra mim?? me mata! Por favor??

Despertando-me dos meus pensamentos, Joe se levanta e diz que vai para o banheiro... até ai tudo bem... o problema foi quando eu olhei pro lado e vi o Ian me olhando com uma cara safada...

É, acho que essa noite vei ser muito longa!
...

O filme já tinha acabado - se isso é terro?  nem tanto, eu não senti medo ( também com o Joe do lado e o Ian do outro, quem disse que eu prestei atenção? ), mas o Nick? quase teve um infarto! o que nos fez rir pra caramba... coitado, ele não tem culpa de ser covarde ¬¬ - e adivinha o que estavamos fazendo agora?? Jogando Verdade ou Desafio. Ideia de quem? Ian... eu acho que vou mata-lo!

Estávamos sentados em um circulo em volta da garrafa. Eu, a Selly, o Nick, o Kevin, Dani, Ian e por ultimo Joe. Estava na vez do Joe rodar a garrafa. Ele girou, e caiu Selly.

- Verdade ou Desafio? - pergunta.

- Verdade - ela responde na duvida.

Olho pra cara do Joe... a não, ele não via fazer isso... ele não pode fazer isso!

- Lenna, é verdade que você é afim do Nick? - ele abre um sorrio maroto! Idiota!

- Érr - ela olha pra ele com raiva, e depois pro Nick nervosa - ee, siim.

Duvido que alguém no  mundo faria uma cara de maior surpresa do que a do Nick... foi com se ele tivesse levado um choque, e não soubesse o que fazer depois... Mas o pior foi a Selly, que estava com uma cara de desepição tão grande que parecia que ia chorar, mas do pouco que eu conhecia ela, sabia muito bem que isso não ia acontecer.
Selena lança um olhar maligno para Joe, que sorri de volta.
Joseph seu idiotaa!!

- É minha vez? - Selena pergunta com uma voz fria, como todos acenam, ela roda a garrafa, que para em mim - Verdade ou Desafio?

- Desafio - tah, eu sei que não é a melhor opção ( não pra mim que estou com um  quase namorado idiota ), mas não estou afim de contar verdade nenhuma agora, não depois do que o idiota do meu (quase) namorado fez com a Selly.

- Beija o Ian.

.........................
Continua.

Gente, me desculpa a demora, sei láah o que deu em mim, as vezes eu tenho vontade de escrever, outras nem tanto, mas desculpa.
E, pessoas lindas do meu coração - ta, exagerei - muito obrigada pelos comentáreios, e desculpa - again - mas não via da r pra responder, já ta bem tarde, e amanhã eu tenho aula cedo!

Beeijos'

Tay.

Ps: Alguém ai sabe como eu faço pra colocar a opção de responder os comentários no blog? se sim, help me please.

29 de fev de 2012

Just in Love - Capitulo 10


#Demi on


Joe, Joe, Joe... por que você não sai da minha cabeça? Só por dois minutos? É pedir muito?... Por que você teve que aparecer na minha vida e me fazer me apaixonar por você,. com esses seus olhos cor de mel, esse cabelo macio e viciante,  esse corpo de deus grego e esse seu jeito fofo e safado de ser. Por que? Eu não gosto de me apaixonar, eu fico boba e fico criando expectativa e acredite, sempre me decepciono. Mas dessa vez é diferente - é pior! -, não é só uma a paixonite idiota de adolescente, é diferente, é algo maior, mais forte! Deus, em que roubada o senhor me meteu em?!

- Então, você gosta dele?- Ian me lança um olhar de duvida.

- Gosto muito dele - suspiro e me lembro da noite anterior 

Foi tão perfeita! Depois do cinema fomos a uma praça que tinha ali perto com um lago, e como era quase meia noite não tinha quase ninguém. Nos sentamos em um banco e ficamos abraçadinhos, eu estava com frio - e sim, me aproveitei da boa vontade dele, kk', mas acho que ele gostou (66' - Brincamos, contamo aquelas piadinhas sem graça que todo mundo fala, conversamos sobre nos, descobri coisas dele - como por exemplo, ele cozinha, serio! nunca imaginai isso, mas segundo ele a comida fica maravilhosa, quem sabe -, rimos muito e principalmente, nos beijamos, muitoo!

~~Flashback~~

-Tem certeza que isso não esta podre? - Pergunto insegura olhado pra ponte.

- Não confia em mim? - me ergueu uma sobrancelha me desafiando.

- É claro que sim... Mas...

- Sem mas...  - ele vê minha expressão de duvida - Vem logo, antes que eu vá até ai e te jogue no lago.

- Hahahaha - solto um risinho irônico, mas vou em sua direção.

Ele estava no meio da ponte que cruza o lago... Ta eu sei o quão ridículo é esse medo, mas poxa, aquilo tava com cara de que ia cair, e eu não estou muito a fim de me molhar não.

- Pronto - Joe me abraça forte pela cintura - precisava todo aquele drama?

- Com certeza - solto uma gargalhada -  Então, Sr. perfeição, o que vamos fazer aqui:

- Não sei, - ele se inclina - estou aberto a sugestões... - e aproxima nossos rostos.

- Então, o que você acha disso - dou um selinho demorado nele.

- Humm, - ele faz um biquinho engraçado - isso é bom, mas, não sei... Eu esta pensando numa coisa mais assim. 

E me beija, apaixonadamente e inesquecivelmente. Aquele seu beijo que me deixa sem chão, aquele seu beijo que faz meu coração virar escola de samba, aquele beijo que eu estou perdidamente viciada.

- Então - ele cola nossos corpos e zoa de mim. - o que achou? Acho que a minha sugestão é melhor.

- Idiota! - dou um tapinha fraco no seu braço.

- Seu idiota - junta nossos rostos novamente.

- Isso, meu idiota!

E, sobre a luz da lua cheia e um céu lindo cheio de estrelas, nos beijamos, esquecendo de tudo e de todos. Ali só existia duas pessoas. Eu&Ele. E ninguém mais.

~~Flashback~~

- Sabe quando você sente seu peito queimando e o coração acelerar só por estar perto de alguém? - Ian me olha com uma cara de tédio, mas acena - Então, é isso que eu sinto quando estou com ele... Ele é tão perfeito... Além de ser muito gato é tão cavalheiro e fofo.

- Então é pra valer? - ele faz uma careta, é ele não gosta mesmo do Joe - Vocês estão namorando ?

- Ainda não - digo - Mas não estou com pressa... E sim, é pra valer! - dou uma mordida na minha pizza de 4 queijos,(amo!).

-  E vocês já... - corando -...transaram?

- Não - quase me engasgo com a pizza - não, não.

- Uffa - ele suspira - que alivio!

Ian era como um irmão pra mim, e eu sei que o fato de eu transar com alguém é um assunto meio complicado pra ele... de alguma forma até intendo, mas é meio ( completamente) chato essa  preocupação obsessiva em manter minha virgindade, se já não basta-se meu pai.

- Mas, mudando de assunto - eu definitivamente não quero mais falar de mim e do Joe. - O que o Sr. Ian anda aprontado? - sento do seu lado - Alguma vitima? 

É, vitima, pois, apesar do Ian ser a perfeição em pessoa, é pegador. Por isso vitima, todas se apaixonam - impossível não se apaixonar :S - e no final ele termina com elas. Não o leve a mal, ele só faz isso porque tem algumas - muitas - garotas que irritam muito, são muito chatas e ciúmentas.

- Não, na verdade e eu não estou com ninguém no momento.

Uma só palavra para isso : Estranho!

- Posso saber por que? - pego um pouco de pipoca.

- Não sei - ele pega uma pizza - acho que cansei desse troca troca.

- Ta me zoando né? - inacreditável!

- Não - ele morde a pizza - to falando serio... Eu acho que ta na hora de eu arrumar uma namorada.

- Legal - traduzindo: por favor alguém me mata? O Ian namorando? Acho que vou ter um infarte do coração.

Silencio...

Até agora não disse onde nos estávamos... deixa eu explicar isso... nos estávamos no meu quarto em uma "festa do pijama", nos fazemos isso toda semana, intercalando as casa... Ta, eu sei, é estranho, mas é tão bom, nos desabafamos - eu muito mais do que ele - e assistimos filmes...  E eu adoro isso.

- Tive uma ideia! - me levanto e quase derrubo toda a pipoca - Por que a gente não chama o resto do povo?

- Não sei não - e me olha desanimado.

- Vamos - sento do seu lado e dou leves empurrões - vai ser legal... eu peço pra Selly trazer mais uma a miga pra você.

- Demi...- faço carinha de cachorro abandonado - O.K O.K, você ganhou - ele me olha, abre aquele sorriso lindo dele se aproxima de mim levanta a mão e coloca um fio de cabelo que estava solto meu atrás da orelha- como sempre.

Impressão minha ou está rolando um clima aqui?! Ohh Deus!

.................
Continua,

12 COMENTÁRIOS???? SERIOO??? OMG!!!
gente, vocs não sabem a felicidade que eu senti quando eu vi isso!! 

Respostinhas:

Anônimo - kkk', eu também já passei por isso! meu pai me deixou de castigo por 3 messes - quase morri! :@... que bom que gostou, obrigada! Beijos...

Jemi forever - postado flor, espero que tenha gostado ;D...Beijos...

Bruna Lovato - Serio?? Obrigada Flor, fico muito feliz me ler isso...Obrigada ... Beijos >.<

LuanaLovato - kkk', muito safados!! Obrigada linda... voc não faz ideia do quanto bom é ler isso... muito obrigada! Beijos... *-*


Hannah &amp; Alex - kk', acho que eu estava num momento meio dramatico!kk' :S...Obrigada Flor...Beijos... ;)

maay_lovatic ♥ - Ehhh,  que bom - acho que eu pirava se esquecesse a senha do blogger! ;S - kk', Tem que né, senão não cria essse mistério... e ta, eu admito, eu gosto de fazerem vocs sofrerem um pouquinho - muamuamua( isso é pra ser um risada maléfica, mas ignora) eu só dumal! kk' brink's... Obrigada Flor... Bejios..xD

natalia_Lovato - Obrigada pela tag linda, eu vou postar assim que eu tiver tempo, e só pra aproveitar, eu queria disser que eu adoro seu blog!! só não comento porque eu não tenho muito tempo, mas parabéns! Beijos... *-*

Anônimo - calma, morre não... eu já postei... calma.... kkk' Beijos...

Larissa - kkk', postei flor!! Calma... kk' Beijos...

Colly - Na verdade eu não sei, acho que uns 30, tudo depende do quão inspirada eu vou estar até o final... POSTADO! kk' Beijos... ;D

Anônimo - Postei flor... Beijos...

Anônimo - kkk', safadinha mesmo... Beijos... ;DD
..............
I'm so Happy!!

Beijos...

Tay.