5 de fev de 2012

Just in Love - Capitulo 7


# Demi on

Acordei de manhã na minha cama, ainda estava com as roupas de ontem, e melhor, com a camiseta do Joe - e ao me lembrar disso, abro um sorriso bobo - e melhor, ainda estava com seu perfume maravilhoso. Já disse que eu adoro perfume masculino? 

Levanto da cama, tiro a camiseta com com cuidado e a coloco em cima da cama. Pego minha toalha e vou tomar um bom banho, afinal, eu precisava, meu cabelo estava um caus, e eu andei no meio do mato!
Fiquei um bom tempo depois do chuveiro, deixando aquela água geladinha escorrer pelo meu corpo, e com o calor que ta foi ótimo. Bom, mas logo tive que sair, ficar ali o dia todo não dava né. 

Perai, quem disse que eu não posso ficar o dia todo na água? Afinal, tem uma piscinona lá fora a minha espera - inveja amor? fazer o que, eu posso... kk' zoa - bom, mas ficar o dia todo na piscina sozinha não é lá muito legal - amenos que você esteja estressado, o que não é o meu caso - então, me veio a ótima ideia de chamar o povo (Selly, Kevin, Nick e o Joe - suspiros suspiros ).

Me troco, já coloco o biquíni - facilita a minha vida né -  e uma saída de banho branca por cima, escovo meus cabelos, que já estavam bem melhores, coloco meus chinelos e desço pra tomar café, bom, todos nessa casa acordam cedo pra tomar café, e como era segunda feira, meu pai foi trabalhar, a sarna da minha irmã foi passar o dia na casa de uma amiga dela,e minha mãe ainda estava na cozinha quando eu desci, mas já estava de saída, pelo o que ela falou ela ia ter uma entrevista de emprego, mas o que me surpreendeu foi o que ela disse antes de sair" Demi, aquele seu amigo, o Joseph, ele é um menino de ouro, e um ótimo partido, se eu fosse você, iria logo atrás dele ates que uma garota qualquer o faça" eu fiquei tipo O.o, quando viu minha expressão ela continuou " Ontem ele te levou pra cama, pelo o que ele disse, você dormiu na van e ele disse que não queria te acordar então te trouxe e te levou na sua cama. Ele se preocupa com você, da pra ver no jeito que ele te olha. Não o deixe escapar." E saiu assim tipo, eu fiquei que nem uma barata morta. e demorei um pouco pra digerir o que ela me disse.

Pego uma maça, já que eu ainda estava com fome,  abro um sorriso malicioso  quando me toco que minha mãe esta fora,a  sarna também e meu pai trabalhando, eu estava sozinha, então, é, eu tinha a casa só pra mim, e eu não fazia ideia do que poderia acontecer naquele dia.(66'

Ligo pro pessoal, todos adoraram a ideia, afinal com o calor que ta, quem não vai querer passar a o dia na piscina. Bom, além disso, nós decidimos fazer um churrasco aqui em casa, e ai você se pergunta, quem vai assar o churrasco? Ótima pergunta, o dito cujo é o Joe - quando ele me disse isso quase se encasquei com a maça que eu estava comendo. Ele só deu uma risada cínica e disse que logo estaria aqui. Selly disse que beijaria minha bunda de tanta felicidade que ela estava ( doida ). Kevin me pediu se podia levar a namorada, eu disse que é obvio que sim, quanto mais gente melhor - e eu também estava curiosa pra conhece-la. Nick, antes de aceitar, me pediu se a Selena viria, humm sei não esses dois em (66'

Em menos de 10 minutos todos estavam aqui - lembrando que somos todos vizinhos, Selly morava de frente com a minha casa ( ela foi a primeira que chegou, e não, ela não beijou minha bunda, srsrs ), e os Jonas morravam na casa ao lado.

- Demi, essa é minha namorada - Kevin diz pra mim e olha pra ela - Danielle.

- Só Dani por favor - ela diz tímida - é um prazer te conhecer Demi.

- É um prazer te conhecer também Dani. - abro um sorriso confiante para ela e a abraço.

- Oi Dani - diz selena, é ela já se conheciam.

- Oi Sel -  as duas se abraçam.

- Eu vou ir comprar carne - Joe diz, e olha pra mim e sorri - quer vir junto?

Selena e Dani se olham e fazem humhumm. Mostro a linguá pra elas.

- Quem mostra a língua quer beijar - Selly diz rindo.

- Cala a boca Selena - digo seria, mas brincando.

- Quero sim - respondo a pergunta do joe e retribuo o sorriso - mas vou deixar a casa com quem?

- Helloo - Nick diz irônico - nos estamos aqui.

- A vá.

- Vai Demi, nos tomamos conta da casa - Selena diz, mas sem convicção nenhuma, mas eu queria ir. Ficar um tempo a sós com o Joe seria bom.

- O.k, eu vou.

Joe que estava na minha frente, abre um sorriso maroto - que eu adoro, e a partir de agora, vou chama-lo de meu sorriso - e me olha nos olhos - ahmmmm aqueles olhos dourados ainda me matam, pode ter certeza disso.

- Então vamos- Ele me pega pela mão e saímos com muito olhares desconfiados.

- Sem querer ser chata nem nada, mas a gente não vai de apé né? - pergunto cansada, já não bastava a caminhada de ontem.

- Por que? quer que eu te carregue denovo? - ele abre aquele sorriso safado de antes.

- Seria bom!

Joe vem para e vai pra e me pega no colo.

- Ei, ei - digo rindo - eu estava brincando - então eu percebo que ele nem estava me escutando, só rindo de mim, denovo - Joe me solta - ele só solta um risinho abafado - é serio, estamos no meio da rua. Joe me solta - bom, não queria que ele me solta-se na verdade, é tão bom estar em seus braços, eu me sinto tão segura, confortável.

- Não vou te soltar - ele disse sorrindo maroto ( meu sorriso, lembram ) - alias, foi você que reclamou de ir andando.

- Também né? depois de ontem. - ai eu reclamando denovo - minhas pernas estão mortas.

- Mas valeu a pena ? - ele levanta uma sobrancelha me desaviando.

- Valeu muito a pena! - digo sorrindo maliciosamente ( essa palavra existe?) para ele e ele retribuo com seu sorriso safado.

Joe para de andar olha pra amim com desejo e é obio que eu o olhava do mesmo jeito. Ele me coloca no chão com cuidado e em seguida cola nossos corpos. Roça sua boca na minha bem de leve, e então, nossas bocas se tocam, líguas aparecem, arrepios no corpo e pele queimando. Era assim que se resumia nosso beijo. E que beijo bom. Mas ambos precisamos respirar, então finalizamos o beijo com selinhos molhados. Ambos ofegantes, mas ainda com os corpos colados.

- Vou te dizer em dem, - ele me olha nos olhos - um dia, você ainda vai me matar.

- E você a mim - nos rimos.

Ainda de mão dadas, voltamos a andar.

- É muito longe esse mercado? - pergunto curiosa.

- Não, é virando a esquina ali - ele aponta.

- É, não é tão longe assim.

Ele não diz nada só solta uma gargalhada, e eu também.

.......................
Continua.

Esse capitulo não foi muito grande, mas eu gostei dele, ficou fofinho. *--*

E gente, to decepcionada, nem um comentariozinho?? nem mesmo um?? caramba to de mal a pior. :(

Bjo'

Tay.

Nenhum comentário:

Postar um comentário